Marketing de Performance x Tráfego Pago - W/Morais Soluções Digitais

Agora você pode navegar pelas categorias que mais gostar

Categorias
25 de junho de 2021

Marketing de Performance x Tráfego Pago

Tempo de leitura: 10 minutos

Marketing de Performance x Tráfego Pago

Leva mais tempo crescer de forma orgânica na internet, mas isso não significa que essa é uma estratégia ruim. Muito menos significa que a sua empresa não deva investir em tráfego orgânico. Mas muitas marcas têm pressa e, não à toa, surgiu a opção de investir em Tráfego Pago, uma estratégia rentável a curto prazo — ainda mais quando você pode contar com uma Agência de Marketing de Performance. Mas aí vem a dúvida: anunciar no Google ou nas mídias sociais? Os dois formatos podem trazer bons resultados.

No tráfego pago, é possível criar campanhas tanto no Facebook Ads quanto anunciar no Google através do Google Ads. O interessante é avaliar o público-alvo e até mesmo fazer testes para encontrar o investimento mais rentável para a empresa. 

Quer saber mais sobre tráfego pago? Contamos tudo o que você entender nesse texto. Confira! 

Se preferir, clique direto no tópico:

Anúncio nas mídias sociais
Anunciar no Google
Quais profissionais participam da estratégia de Tráfego Pago?

 

Anúncio nas mídias sociais

Nas mídias sociais, o tráfego pago é feito através do Facebook Remarketing, uma ferramenta de marketing que possibilita, por meio de um anúncio nas mídias sociais, um usuário efetuar a comprar ou realizar outra ação desejada (como entrar em contato). O Facebook Ads faz anúncios tanto no Facebook quanto no Instagram.

Isso significa uma excelente oportunidade de aumentar suas vendas. Afinal, a expectativa é que o brasileiro passe 3 horas e 39 minutos nas redes sociais, em média, segundo relatório da agência We Are Social.

Mas, então, qual é o desafio? Impactar os usuários! As pessoas estão no Facebook e Instagram não pesquisando um produto ou serviço, mas para acompanhar novidades, os amigos e passar o tempo, vendo posts que agreguem boa informação ou sejam engraçados — os famosos MEMES.

Então, considerando esse comportamento, todo o trabalho criativo precisa ser pensado com carinho, afinal, estamos na era da INFOBESIDADE. Por isso, não é qualquer anúncio que trará conversão, não é mesmo?

A infobesidade é o termo que define a era atual, marcada pelo excesso de informação. Isso reflete na sociedade, no comportamento das pessoas, que relatam viver sob estresse constantemente, além da dificuldade de tomar decisões. Além de outros fatores, a quantidade exorbitante de informações que as pessoas recebem ao longo do dia causam essas reações. Mas além do prejuízo ao bem-estar e até à saúde, a infobesidade também precisa ser levada em conta na hora de criar anúncios que convertam, pois, antes disso, é necessário atrair a atenção do usuário.

A maioria das marcas faz campanhas de remarketing no modo automático, sem avaliar se determinada abordagem é mais ou menos eficiente do que outras. Por exemplo, você já se perguntou se anúncios dinâmicos, aqueles que são feitos com os produtos ou serviços visualizados anteriormente pelo usuário, realmente geram mais resultados do que anúncios que não consideram esses produtos?

O Facebook, assim como outras ferramentas de publicidade no meio digital, oferece funcionalidades para garantir que determinada campanha seja exibida apenas para os usuários que tenham a ver com a proposta da marca. 

É possível, por exemplo, segmentar por meio dos canais, as páginas visitadas anteriormente, o tempo da visita ao site e muito mais. Da mesma forma, também é possível construir audiências de usuários que ainda estão nos estágios iniciais e priorizar os anúncios genéricos para esse público.

A imagem abaixo ilustra na prática como funciona o REMARKETING no Facebook e Instagram

Viu como não basta só apertar o botão “impulsionar”? Existe muito trabalho de estratégia e configuração, feito por meio do Gerenciador de Anúncios, para que a sua campanha seja um sucesso.

 

Etapa Planejamento da Campanha

Agora que você já entendeu como funciona o Facebook Ads e o tráfego pago feito nas redes sociais, acompanhe as etapas desse trabalho. 

O primeiro deles é o planejamento, indispensável em qualquer estratégia. Se você analisar de forma errada o investimento, público-alvo, área ou método de atuação, os resultados não serão positivos.

Por isso, você precisa saber exatamente onde quer chegar para, então, traçar o caminho que fará você chegar lá. A sua estratégia de Facebook Remarketing é para diminuir uma alta taxa de desistências que o seu e-commerce vem enfrentando? Ou o objetivo é aumentar sua lista de contatos e fidelizar mais clientes? Essas são perguntas que te ajudarão a entender seu real objetivo

 

Essa etapa envolve:

  • Entender como o seu público se comunica;
  • Construção de linguagem adequada;
  • Aprendizado sobre comportamentos, hobbies e preferências;
  • Criação de persona real e tangível;
  • Descoberta de conteúdos que geram mais engajamento, baseado na teoria dos 3Cs: Comunicação, Colaboração e Confiança.

 

Etapa Execução da Campanha

Depois do planejamento, vem a parte prática. Nessa etapa, todos os profissionais põem a mão na massa considerando tudo o que foi analisado e concluído na fase do planejamento.

 

Essa etapa envolve:

  • Aplicação de pixel no projeto desejado;
  • Criação de público;
  • Segmentação de público;
  • Criação de anúncios com imagens, vídeos e/ou textos;
  • Definição de orçamento (valor destinado ao crédito de cada campanha).

 

Anunciar no Google

Mais uma opção de tráfego pago é anunciar no Google através do Google Ads. O mais conhecido são os anúncios que aparecem na página de resultados do Google, mas existem outras opções. Por exemplo, ter sua marca em banners de sites de conteúdo e em aplicativos.

A forma de atrair os possíveis clientes com esses links patrocinados é fazendo uma boa segmentação de perfis, preferências e, claro, palavras-chave relacionadas a serviço, produto ou dúvidas dentro do segmento da empresa. Assim, é possível conquistar maior assertividade de investimento em marketing e conversão de clientes

Anunciar no Google é possível tanto para sites institucionais quanto para e-commerces. No de sites institucionais, são consideradas conversões:

  • dados adquiridos por meio de formulários,
  • realização de downloads de e-books
  • qualquer ação esperada do usuário que tenha sido efetuada. 

As informações adquiridas através desses meios ajudam a equipe interna a escolher uma direção. 

Agora, sobre as lojas virtuais, as conversões estão diretamente ligadas às vendas no próprio e-commerce. Nesse caso, a melhor opção é usar a ferramenta  SHOPPING do Google Ads. Os anúncios feitos no Google Shopping funcionam como uma vitrine dos e-commerces no Google. Anunciar no Google Shopping, proporciona maior conversão para as lojas virtuais. Além disso, informações como preço e imagem do produto alcançam o usuário de forma rápida e atrativa.

Os resultados dessa estratégia ficam disponíveis na página oficial do Google Shopping, bem como na página de resultados orgânicos e pagos do Google. Essa é uma alternativa de investimento que apresenta os números mais positivos em CTR.

Independentemente da modalidade escolhida dentro das opções do Google Ads, os resultados são rápidos devido à dinâmica e às configurações da propaganda, realizadas pelo profissional de tráfego pago especializado.

A boa notícia, para quem já está preocupado com o orçamento, é que é possível encaixar os custos do crédito para anunciar no Google de acordo com o caixa da empresa. Basicamente, você pode decidir com a Agência de Performance quantas palavras-chave cabem no orçamento e por quanto tempo é viável manter a campanha no ar.

Para anunciar no Google, a equipe de especialistas estuda a concorrência para encontrar oportunidades para criação de campanhas. Isso otimiza a visibilidade da sua marca no mundo digital, além de melhorar a performance do seu e-commerce ou site institucional.

 

Quanto pôr de crédito para anunciar no Google, afinal?

Então, fica a dúvida para os empresários de quanto deve ser o crédito investido. Para responder a essa questão importante, é necessário realizar um estudo de crédito no algoritmo do Facebook, Instagram e Google, com base na segmentação que já foi mapeada na fase de planejamento.

É durante essa análise que é possível descobrir se é possível alcançar a meta desejada, sempre considerando o público que a sua marca quer atingir e, claro, o ticket médio. Outros pontos são: maturidade de consumo do produto ou serviço e as metas comerciais desejadas.

O ponto positivo de atuar com uma Agência de Marketing de Performance é a garantia que todas as contas necessárias serão feitas, bem como o levantamento de dados. Afinal, esse é um formato ganha x ganha, e para a Agência de performance entrar no jogo é indispensável saber exatamente onde está pisando.

 

Quais profissionais participam da estratégia de Tráfego Pago?

O tráfego pago demanda diversas etapas de planejamento e produção. Como não poderia ser diferente, isso envolve uma equipe de profissionais. São eles:

  • Estratégia e Planejamento (Customer Success);
  • Big Data e Data Analytics (Dados);
  • Redação e Copywriting;
  • Analista JR e Sênior de Tráfego Pago;
  • Motion Designer;
  • Designer Gráfico Pleno.

 

Vem saber detalhes sobre Tráfego Pago e como esse investimento pode ser melhor direcionado 

Quer entender como sua empresa pode faturar ainda mais com o tráfego pago utilizando o mesmo investimento que faz atualmente? Ou, se sua marca nunca usou esse serviço, está na hora de entrar no mundo digital. Em ambos os casos, você precisa acompanhar exatamente o quanto você está gastando e por quê. Isso só é possível atuando com uma Agência de Marketing de Performance. Aqui na WMorais, por exemplo, temos uma área específica para que os clientes acompanhem seus ganhos. 

Para saber como essa estratégia pode funcionar na sua empresa, ligue para (13) 98132-5919, mande uma mensagem no WhatsApp ou, se preferir, aqui mesmo no site.

 

Mais soluções da WMorais para você

Atuamos com otimização para buscadores em São Paulo e todo o Brasil, que torna possível para sua empresa aparecer na primeira página do Google. Além disso, também somos uma Agência Google Ads, ou seja, criamos e monitoramos tudo o que sua empresa quiser anunciar no Google Ads, sempre traçando estratégias personalizadas e entregando resultados.

Temos expertise em criação de website gerenciável, criação de e-commerce e desenvolvimento de sistema web personalizado. Tudo com a estrutura ideal para seu público-alvo, seja na criação de website, e-commerce, landing page e até sistema web.

Bem como fazemos o planejamento de marketing de conteúdo SEO para o bom posicionamento SEO do seu site. Também realizamos otimização SEO para sites, e-commerces e hotsites.

Não deixe de ver nossos cases de sucesso!

 


A WMORAIS oferece soluções digitais para pequenas, médias e grandes empresas de São Paulo. É especialista em otimização para mecanismos de busca (SEO) para ranqueamento na primeira página Google. Também tem expertise em criação de site gerenciável (e-commerce, blog, portal) e desenvolvimento de sistema web customizado. Além de atuar com consultoria de marketing digital, marketing de conteúdo, anúncios no Google Ads, criação de logotipo e palestras personalizadas.

 

Voltar

Quer ficar por dentro das nossas novidades?