Por que seu e-commerce não tem tráfego? Saiba como atrair mais clientes! - W/Morais Soluções Digitais

Agora você pode navegar pelas categorias que mais gostar

Categorias
5 de março de 2021

Por que seu e-commerce não tem tráfego? Saiba como atrair mais clientes!

Tempo de leitura: 10 minutos

Por que seu e-commerce não tem tráfego? Saiba como atrair mais clientes!

Você já parou para pensar por que o tráfego do e-commerce da sua loja não existe? Ou seja, não tem cliente? Independentemente de qual seja o motivo, é possível encontrar uma solução e reverter esse cenário. Afinal, você não investiu na criação de e-commerce para ter prejuízo!

Para chegar à raiz do problema, vamos entender como uma plataforma de e-commerce deve ser criada desde o início até a fase de funcionamento. Por exemplo, a criação de loja virtual deve ser feita como uma adaptação, atendendo às características de negócio de cada marca. Muito diferente de apenas replicar um modelo pronto para e-commerce.

Para saber mais detalhes e entender como aumentar o tráfego do seu e-commerce e conquistar mais clientes, acompanhe o texto!

 

Se preferir, clique direto no tópico

Antes de mais nada, como é sua plataforma de e-commerce?
Afinal, como aumentar o tráfego?
1 – Marketing digital para e-commerce

2 – Entenda as características do seu produto
3 – Entenda a logística do seu negócio
4 – Criatividade no remarketing!
5 – A boa e velha: promoção!

 

Antes de mais nada, como é sua plataforma de e-commerce?

O primeiro passo antes de pensarmos em atrair tráfego para o seu e-commerce, é checar se ele cumpre as premissas de uma boa plataforma de venda online. Confira a seguir quais são elas.

Usabilidade do usuário

Podemos falar que uma das principais premissas é a compatibilidade com dispositivos móveis, pois a maioria dos acessos é feito através de smartphones.

Além disso, é importante que o projeto seja baseado na experiência do usuário. Isso é pensado logo no início da criação de e-commerce, no momento do planejamento. Nesse ponto, a adaptação aos dispositivos móveis é fundamental, porque não basta “diminuir a tela” do projeto. É preciso fazer customizações para adequar a usabilidade ao dispositivo móvel, pois navegar através de um notebook ou computador é diferente não apenas pelo tamanho da tela.

Velocidade de carregamento

Ninguém merece acessar uma loja virtual e demorar minutos intermináveis para carregar cada página. É desistência na certa!

A métrica ideal é que a página carregue em 2,5 segundos. Isso para a página inicial, pois para trocar de página a estimativa é ainda menor. Mais uma vez isso está associado à boa experiência do usuário.

E como ter uma plataforma de e-commerce rápida? Escolhendo um servidor coerente com seu número de acessos.

Certificação de segurança

Outro ponto importante é a segurança dos usuários ao visitarem seu site e realizarem compras nele. É necessário ter cuidado com os dados que os clientes estão confiando à sua marca.

No e-commerce, isso é assegurado através do HTTPS. Ele é um protocolo que faz a encriptação dos dados fornecidos, oferecendo sigilo às informações dos usuários.

Esse protocolo é certificado através do SSL, indicado na URL com um cadeado. Ou seja, com o certificado SSL, o site passa a ter o protocolo HTTPS e é um site seguro.

 

Afinal, como aumentar o tráfego?

As estratégias para atrair clientes à sua loja virtual varia de acordo com o seu segmento. Não dá para replicar dicas na internet e achar que pode lucrar com isso. Na internet, tudo parece mais fácil, né? Mas a realidade é bem diferente…

A visão de um especialista é indispensável para entender como funciona o seu público e, então, traçar estratégias que vão atraí-lo e torná-lo fiel a sua marca. Cada nicho de mercado tem suas próprias peculiaridades e entendê-las é fundamental para criar uma plataforma de vendas online que atenda esse nicho.

Isso significa criar uma plataforma de e-commerce sob medida, com funcionalidades específicas, que entregue o que o usuário espera e precisa; como também criar estratégias de marketing digital que atraia o público.

Diferentemente de usar uma plataforma de e-commerce pronta, com a criação sob medida você pode adaptar a plataforma de vendas online para o seu modelo de negócio.

Por exemplo, se sua loja é de moda e um modelo de blusa tem preços diferentes de acordo com a estampa, essa variável pode ser incluída em um mesmo produto e página. Isso significa melhor experiência para o usuário.

Então, para resumir, os primeiros passos para atrair mais tráfego para o e-commerce é:

  • Priorizar a experiência do usuário;
  • Ter um site seguro;
  • Criar e-commerce sob medida para sua marca.

Agora que você já sabe que precisa de uma base sólida, acompanhe algumas dicas práticas de como atrair mais tráfego para o seu e-commerce.

 

1 – Marketing digital para e-commerce

Evidentemente, não basta ter uma plataforma perfeita para o usuário sem um trabalho para atraí-lo.

Quando falamos em aumentar o tráfego do e-commerce, falamos em usar ferramentas na internet para atrair leads (clientes em potencial). Quais portas do marketing digital você tem deixado aberta para seus possíveis clientes? Mídias digitais, Google Ads e otimização para buscadores são algumas das possíveis portas de atração de leads. Mas, mesmo estando disponível para a maioria dos modelos de negócio, é necessário criar estratégias sob medida para obter leads qualificados e resultados satisfatórios.

Se você olhar alguns e-commerce de diferentes nichos, vai ver que eles não usam a mesma estratégia. Entrando na conta do Instagram de cada um, por exemplo, você já pode notar feeds com diferentes características. Como:

  • Posts em carrossel;
  • Utilização de fotos profissionais;
  • Fotos caseiras;
  • Anúncio em vídeos;
  • Publicação de coleção (vários posts do mesmo produto);
  • Fotos com fundo branco (como as da Amazon);
  • Fotos com cenário;
  • Fotos com fundo em vetor.

Esses foram apenas alguns exemplos, apenas estéticos, para mostrar que há uma infinidade de opções na hora de criar sua estratégia de marketing digital para atrair mais clientes. Como escolher a melhor? Conhecendo seu público-alvo, testando e mensurando os resultados!

 

2 – Entenda as características do seu produto

Ainda falando sobre as peculiaridades de cada e-commerce, podemos entender, além do público-alvo, o produto que está sendo vendido.

Por exemplo, produtos que acabam com determinada periodicidade, como cápsulas de café e cosméticos, são diferentes de roupas e produtos eletrônicos. Nesse caso, de produtos que acabam rápido, a estratégia é voltar a anunciar para quem já comprou porque ele precisará “repor seu estoque”. Para isso, é necessário calcular uma média de uso e basear a rotina de anúncios em cima disso.

Já no caso de produtos duráveis, não há necessidade, nem vantagem, em anunciar uma geladeira para quem acabou de comprar uma, por exemplo. Então, é necessário criar uma estratégia específica para novos leads.

Outras características a serem consideradas são:

  • Ticket médio de produto;
  • Custo do frete (logística);
  • Padrão de comportamento e compra do usuário (identificado através de indicadores como o Analytics).

 

3 – Entenda a logística do seu negócio

Um dos principais pilares para o sucesso de todo e-commerce é entender e criar uma logística perfeita para o seu modelo de negócio. Para isso, o cálculo de frete é indispensável.

Aqui, existem até algumas opções que são tendências de comportamento, como é o caso da logística reversa. Essa é uma opção que anda de mãos dadas com a sustentabilidade, assunto tão importante e visado atualmente. Na logística reversa, o consumidor pode devolver a embalagens ou os produtos para que a própria empresa faça o descarte correto ou, até mesmo, tenha um modelo de reciclagem e reutilização.

Agora, pensando em como facilitar a execução de uma logística bem feita, temos a opção de softwares integrados no e-commerce. Assim, é possível avaliar o alcance do produto. Ou seja, em quais locais seu produto está chegando.

Então, além do marketing digital e estratégias de atração de leads, um e-commerce de sucesso precisa estar com seus bastidores em dia. E, um dos principais tópicos é a logística de frete, que também já está associada à gerenciamento de estoque.

Por isso, não basta anunciar bem e ter tráfego se, ao chegar à sua loja virtual, o usuário não fica satisfeito com o atendimento. Seja por demora na entrega, seja por restrição de localidades, frete caro ou a falta do produto anunciado.

Algumas marcas têm o apelo muito forte de “peça e receba no mesmo dia”, como o Mercado Livre e Magazine Luíza, por exemplo. Mesmo com a restrição de produtos e localidades, essa é uma grande vantagem para os clientes. E, do ponto de vista de mercado, é uma tendência que vai crescer cada vez mais. Por isso, quem não se adequar vai ficar para trás.

E, mais uma vez, para entregar isso para o cliente, a marca precisa de uma logística bem amarrada. Com centro de distribuições espalhados pelo Brasil, bom gerenciamento e integração de estoques com a plataforma de e-commerce.

 

4 – Criatividade no remarketing!

Uma vez que você já tem sua logística de frete bem amarrada, mas não alcança o tráfego desejado, é hora de trabalhar a parte criativa da sua estratégia de remarketing.

Esse ponto está ligado às peças (imagens) vinculados nas mídias sociais, Google e até em banners de outros sites através do remarketing. Nesse caso, a regra é testar o máximo de ideias inovadoras e criativas para se diferenciar de outras marcas e se sobressair no mercado e, principalmente, chamar atenção do usuário.

E é apenas testando que é possível identificar novas oportunidades através da análise de resultados.

Na parte de estratégia dos anúncios, uma boa opção para segmentar o público é o “Lookalike”. Nessa opção, o anúncio é mostrado a pessoas com interesses parecidos aos de quem já interagiu com publicações e anúncios anteriores. É possível escolher um perfil na hora de configurar o anúncio e a plataforma vai comparar inúmeros outros perfis a esse, criando uma audiência com interesses em comum. Dessa forma, é possível testar diferentes públicos.

Outra estratégia ligada ao criativo é incentivar que os clientes façam postagens da chegada do produto. Então, a marca posta esses conteúdos na sua própria conta como forma de criar um relacionamento com esses clientes e ainda gerar confirmação social para convencimento de outros usuários.

A criação e vinculação de peças no remarketing deve ser acompanhada diariamente. Ou seja, não basta criar um anúncio e só voltar 30 dias depois. Nesse ponto, entendemos que é necessário conectar três pontos:

  • Setor de indicadores;
  • Setor de tráfego;
  • Setor criativo.

Mas o que é remarketing?

Uma importante estratégia do markeiting digital é o remarketing. E como ele funciona? Provavelmente, como consumidor, você já presenciou.

Por exemplo, você faz uma pesquisa no google sobre um produto, visitar alguns sites, mas acaba não comprando nada. Mais tarde, ao entrar no Instagram ou Facebook, você acaba recebendo na timeline diversos posts patrocinados com aquele produto que você pesquisou. E isso se repete por alguns dias… isso é remarketing!

E você pode fazer isso no seu e-commerce. Alguém que fez uma visita, mas não levou nada, vai receber esses posts. Isso funciona como um lembrete indireto para que a pessoa volte e finalize as compra.

Como dura alguns dias, o ideal é que sejam criadas várias peças diferentes para que o post não sature o usuário.

 

5 – A boa e velha: promoção!

Realizar promoções é sempre um atrativo do comércio, afinal, quem não gosta de economizar? Esse é um dos gatilhos mais importantes na hora de vender. Com a plataforma de e-commerce não é diferente.

Logo na primeira página, na home do site, o e-commerce já pode usar a área de banners para anunciar promoções, descontos e demais atrativos para o usuário. É importante se aproveitar de eventos e datas comemorativas para realizar essas campanhas, mas também é importante tê-las o ano todo em seu site.

Uma ótima promoção vitalícia é o desconto na primeira compra, essa não pode sair da sua home! Já as promoções datadas, o aniversário da loja e Black Friday são opções para todos os nichos. Agora, datas como Dia das Mães, Pais, Crianças, entre outras, é necessário aproveitar quando tem a ver com o segmento e o produto que você vende.

Voltando ao frete, é possível criar promoções de acordo com a região de entrega e atrair clientes de um determinado local.

Outra opção é a vantagem para clientes que indicam sua marca a outros clientes. Assim, quem indica tem desconto e quem compra, por ser a primeira vez, também tem.

Aqui é importante ressaltar o benefício de contar com a criação de e-commerce sob medida. O que falamos logo no início sobre adaptar a plataforma de vendas online ao seu modelo de negócio se encaixa perfeitamente aqui.

Um exemplo disso é criar cupons de desconto totalmente personalizados. Você pode determinar no cupom itens como: horário, período, produto ou linha e e-mail do beneficiado.

 

Por onde começar a atrair mais tráfego para o meu e-commerce?

Se tem uma coisa que fica óbvia logo de cara é que muita coisa precisa ser aplicada para ter mais clientes no seu e-commerce. E, o mais importante, clientes satisfeitos.

Então, você pode começar checando a parte técnica da sua plataforma. Ela atende às três premissas que listamos no início? É uma plataforma pronta ou personalizada? Baseada nessas respostas, você vai saber se precisa atualizar sua plataforma e o quão personalizável poderão ser suas promoções.

Depois de verificar essa parte que é a base para bons resultados, você pode partir para o ataque e seguir nossas dicas de marketing digital e logística para conquistar leads, clientes e sua fidelidade.

Mas, como já concluímos, é bastante coisa para atender. O melhor que você pode fazer pelo seu negócio, nesse caso, é delegar essa meta para uma empresa especialista.

Uma empresa conta com diferentes profissionais especializados. Nesse caso, que tal começar com uma consultoria digital para entender o que seu e-commerce pode fazer para melhorar? Esse é o primeiro passo para organizar seu negócio e entender a direção que você precisa tomar. E, claro, entender também o que já foi feito e trouxe bons resultados para a marca.

Então, após entender isso, você pode contar com a parte operacional para atualizar sua plataforma de e-commerce e começar com trabalho de divulgação da marca.

Quer começar a atrair tráfego para seu e-commerce? Entre em contato

Ligue para (13) 98132-5919, mande uma mensagem no WhatsApp ou, se preferir, aqui mesmo no site.

 

Mais soluções da WMorais para você

Atuamos com otimização para buscadores em São Paulo e todo o Brasil, que torna possível para sua empresa aparecer na primeira página do Google. Além disso, também somos uma Agência Google Ads, ou seja, criamos e monitoramos tudo o que sua empresa quiser anunciar no Google Ads, sempre traçando estratégias personalizadas e entregando resultados.

Temos expertise em criação de website gerenciável, criação de e-commercedesenvolvimento de sistema web personalizado. Tudo com a estrutura ideal para seu público-alvo, seja na criação de website, e-commerce, landingpage e até sistema web.

Bem como fazemos o planejamento de marketing de conteúdo SEO para o bom posicionamento SEO do seu site. Também realizamos otimização SEO para sites, e-commerces e hotsites.

Não deixe de ver nossos cases de sucesso!


A WMORAIS oferece soluções digitais para pequenas, médias e grandes empresas de São Paulo. É especialista em otimização para mecanismos de busca (SEO) para ranqueamento na primeira página Google. Também tem expertise em criação de site gerenciável (e-commerce, blog, portal) e desenvolvimento de sistema web customizado. Além de atuar com consultoria de marketing digital, marketing de conteúdo, anúncios no Google Ads, criação de logotipo e palestras personalizadas.

 

Voltar

Quer ficar por dentro das nossas novidades?

Você também vai gostar